Tevildo, Príncipe Dos Gatos, e a Rainha Berúthiel

– Sérgio Ramos

Tevildo é um dos personagens que ficou de fora das revisões de Tolkien sobre os Dias Antigos e das últimas versões de sua mitologia.

“Tevildo era um grande gato – o maior de todos, e possuía um espírito maligno, como dizem alguns, e ele estava sempre seguindo Melko*; e aquele gato tinha todos os outros gatos a seu serviço, e ele e seus vassalos eram os responsáveis por conseguir carne para a mesa de Melko e por seus constantes banquetes. Portanto, até hoje ainda há ódio entre os Elfos e todos os gatos, mesmo que não haja mais o governo de Melko, e suas feras tenham se tornado de pouca importância”.
(…)
“Seus olhos eram longos e muito estreitos e inclinados, e brilhavam em vermelho e verde, mas seus grandes bigodes cinzentos eram tão fortes e tão afiados como agulhas. Seu ronronar era como o rufar de tambores e seu grunhido como trovão, mas quando ele gritava com ira, era de congelar o sangue, e de fato alguns pequenos animais e pássaros congelavam como pedra, ou caíam sem vida àquele som.”
J. R. R. Tolkien – The Book Of Lost Tales Part Two, The Tale Of Tinúviel.

*Melko: no tempo em que escreveu o The Book of Lost Tales, Melkor ainda não possuía o “r” no final da palavra.

Tevildo é considerado pelos especialistas em Tolkien como um personagem que serviu de embrião para Sauron (que seria criado depois), assim como também foi um protótipo deste o mago necromante Thû. Inclusive, no Conto de Tinúviel, Beren permanece um tempo aprisionado no castelo de Tevildo servindo como seu escravo.

Ainda que Tevildo tenha ficado confinado à versão mais antiga do legendário, é possível que os gatos tenham permanecido como criaturas malignas e odiadas na Terra-Média, visto os gatos da Rainha Berúthiel, citada por Aragorn em O Senhor Dos Anéis.

Berúthiel foi uma Rainha de Gondor do início da Terceira Era, vinda dos Númenorianos Negros. Ela possuía 10 gatos, sendo 01 branco e os outros pretos.

Os gatos pretos da Rainha Berúthiel eram enviados para espionar os homens, enquanto o gato branco espionava os outros gatos. Dessa forma, a maligna senhora conseguia descobrir segredos do reino e seus súditos.

Ninguém ousava tocar nos gatos, mas os amaldiçoavam todas as vezes em que os viam…

Rainha Berúthiel. Arte: Steamey.

Rainha Berúthiel. Arte: Steamey.

Anúncios
Esse post foi publicado em Legendarium e marcado , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Tevildo, Príncipe Dos Gatos, e a Rainha Berúthiel

  1. Flávio Kopp disse:

    Caramba! Vocês são DEMAIS! Eu sempre tive curiosidade de saber a história dessa rainha e seus gatos. Obrigado!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Rômulo Camargo Porto disse:

    Droga.. tenho 3 gatos, sou espionado constantemente. Hahaha, belo material!

    Curtido por 1 pessoa

  3. O que acham de colocar a citação da menção de Aragorn aos gatos da Rainha Berúthiel?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s